terça-feira, dezembro 30, 2008

Não sei se sabem

...mas a Fox arranca com a 4ª temporada do Prision Break já esta 5ª feira dia 1 de Janeiro pelas 21h30.

A parte fixe, é que amanhã fazem uma maratona da 3ª temporada - para quem não viu, que é o meu caso - das 21h30 às 07h15 da matina :)

(bendita Zon Box que vai gravar tudinho)

Por falar em séries:
- Lipstick Jungle continua giríssima (agora ando a seguir na rtp2 que vai mais adiantada que na Fox Life)
- Anatomia de Grey já não dá há 2 semanas episódios novos
- esta semana também não houve House novo
- Veronica Mars aproxima-se do final, com muita pena minha :(
- In Plain Sight (À Vista Desarmada) acabará esta 5ª feira, no 12º episódio... será que vai haver uma 2ª temporada?

Continuo a ver todos os dias o Alias - que já vai na 2ª temporada, e a 1ª temporada do Numb3rs (tenho as 3 temporadas desta série na Zon Box, e tenho mesmo que ver para libertar espaço, hehehe)

Para quando as estreias das 2ªs temporadas de Chuck e Eli Stone? Uh? (e já agora das novas do Lost, Csi Miami, Csi NY, Sem Rastro, Mentes Criminosas...)

segunda-feira, dezembro 29, 2008

Um convite inesperado

... e "fresquinho" que acabou de me fazer a minha sis Xufia: ir ver no domingo à noite, no Coliseu do Porto, o "Quebra Nozes" pelo Ballet Estatal Russo de Rostov!!

"O Quebra-nozes, hoje uma tradição natalícia em todo o mundo, é também, a par com A Bela Adormecida e O lago dos Cisnes, o ballet mais célebre de Tchaikovsky. A história tem lugar na Alemanha, na casa do respeitável juiz Stahlbaum, no Natal. O casal Stahlbaum e seus filhos – Clara, Luisa e Fritz - recebem a visita dos seus familiares, entre eles o velho Drosselmayer, um solteirão excêntrico e amante da magia, que traz a Clara um presente muito especial: um quebra-nozes de madeira. Fascinada com seu novo brinquedo, a menina adormece abraçada a ele. A meio da noite, Clara acorda: os brinquedos ganham vida e ela é perseguida por um exército de ratos. Desencadeia-se uma batalha entre os ratos e os soldados, liderados pelo Quebra-nozes. Depois, a menina, o brinquedo e Drosselmayer dão início a uma busca do Rei dos ratos ao País das Neves e outros lugares mágicos, onde vivem extraordinárias aventuras. Finalmente, tudo se desfaz e Clara desperta em sua casa junto ao seu boneco. O Quebra-nozes é, assim, uma fábula que fala da saudade perpétua pela infância perdida e do contraste entre a realidade do mundo dos adultos e o mundo dos sonhos das crianças. Graças a seu colorido, a extraordinária imaginação que transborda dos personagens e das suas aventuras, e a inesquecível música de Tchaikovsky, o Quebra-Nozes converteu-se num dos ballets mais representados do mundo, especialmente nesta data."

(tenho que ver se consigo tirar umas fotos à sucapa *blush*)

...aos anos que não vejo um ballet ao vivo e a cores!!! Que saudades!!! Onde estão as minhas pontas? Os binóculos? O programa? Cadê?? weeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!

Porto Editora online, a má onda continua...

A má onda do webboom continua no wook. A Porto Editora mudou a imagem, mudou o nome, mas a incompetência continua a mesma.

Depois de ter feito uma encomenda na nova plataforma, quase 3 semanas depois recebo um email a indicar que os artigos encomendados estão esgotados. Isto é um "dejá vu" à força toda, a inocente no meio disto tudo sou eu, que acreditei que eles tinham mudado mesmo. E não apenas lavado a cara.

Para quê lançarem livros na loja online que não têm, ou não podem confirmar? Deve ser para fazer monte...

domingo, dezembro 28, 2008

A minha prenda para o Helder...

...o Audiolivro do Codex 632

Acho que talvez seja desta que o consiga convencer a consumir livros - qualquer que seja a forma :)

Agora estou a ripar os 16 CD's e a colocá-los no leitor de mp3 comprado de propósito para o efeito!

Pena que a oferta de audiolivros em Português ainda seja tão escassa.

sexta-feira, dezembro 26, 2008

Natal '08

Não foi tão feliz como deveria ter sido por razões óbvias, mas o facto de termos a Mafaldocas fez com que o encarássemos de melhor forma (olha a mãe babada a falar)

Foi o 1º natal que fizemos cá em casa, e tiro o chapéu aos nossos pais, que durante tantos anos o fizeram em casa deles! É uma estafa, mas também uma alegria...

Ficam aqui algumas imagens :)


1. Todos os presentinhos à beira da lareira (e um par de pernas boas ali no cantinho, hehehe!)


2. Um dos cozinheiros, bem atarefado!



3. A "mesa" da doçaria...



4. A consoada



5. À meia noite, a primeira prenda!


6. Uma secretária do Ruca... que animação! :) (olha eu ali no cantinho... na foto o meu irmão e a minha cunhada - os padrinhos da piolha, e a "titi" Xufia)



7. "Olhó Dódiiiiiii!!!!". A piolha aguentou até às 3 da matina, como uma senhora!



8. No dia de natal, antes de a confusão começar...



9. ...acho que estava a adiantar o almoço, com o "set" de loucinhas que os papás deram, sentadinha na secretária do Ruca :)



10. O almoço de natal, desta vez com a piolha a liderar o conjunto :)



11. Mais tempo para brincar pela tarde dentro (antes de dormir uma sesta reparadora, e bem necessária)

Desculpem...

Não ter vindo aqui desejar um feliz natal a tempo e horas, mas foi o que sinceramente vos desejei :)

Espero que tenham tido um natal fantástico!!

quarta-feira, dezembro 17, 2008

Acho mal

...que o canal Panda tenha deixado de dar os anúncios aos brinquedos :( Eu gosto, a Mafalda gosta... e agora népias!

O pessoal dos brinquedos acha que o dinheiro que as pessoas tinham que gastar já gastaram, e já fecharam os cordões à bolsa, por isso já não publicitam nada... acho mal *mad*

Publicidade aos brinquedos devia ser serviço público não era?

Ainda assim...

...é incrível a nossa capacidade para sorrir!

Ontem estava com a Mafaldocas ao colo, e alguém que eu não conhecia chegou-se ao pé de nós e disse:
"- Que linda!!! É a cara do pai!" (até aqui tudo bem... é o que toda a gente diz, e eu tenho que me conformar ;))
...mas depois o senhor complementa assim:
"- É toda Sérgio!"

uh?? ...é que esta é a filha do Helder :) Eu juro que só vi o primo do meu marido 4 vezes na vida, dois casamentos (o meu e o dele - não o meu com ele), e dois funerais.

...os sorrisos inesperados fazem bem à saúde!

domingo, dezembro 14, 2008

Em Junho...

Um dia muito, muito triste...

...em que tudo o que é pequeno perde importância, e sentimos na pele a efemeridade da vida :(

...

...estou com um mau pressentimento :(

terça-feira, dezembro 09, 2008

É assim que dorme a minha princesa



Não adianta ir lá e compo-la, cobri-la, nada... acaba sempre por voltar a esta posição e descoberta... o que vale é que o quarto dela está bem quentinho :)

"It's begining...

...to look a lot like christmas!!!"


É verdade... cá em casa também já é natal!

Quem diria...



...que a minha nostalgia crónica, e doideira pelos brinquedos antigos, iria levar a um convite para o "Você na TV", para assinalar os 50 anos dos Estrumpfes? *shocked*

sexta-feira, dezembro 05, 2008

Dollhouse-to-be



Não será muito grande, e terei que ver a melhor forma de conseguir colocar lá dentro tudo o que quero... mas será a dollhouse perfeita para as minhas meninas :)

A base (o que se vê na foto), é uma estante que já tinha da ex-Habitat.

Ainda encomendar (ou fazer se não encontrar) as janelas, portas, escadas, molduras para o tecto... papel de parede já tenho (imenso!!), para o chão também já tenho umas ideias :) A ideia é ir fazendo... não irá ficar pronto de uma hora para a outra...

Mobilias tenho imensas, tenho que seleccionar claro, mas penso que caberão... apertaditas claro, mas tenho visto no Flickr muitas casinhas que ficam apertaditas, mas giríssimas na mesma :)

Também terei que mandar fazer umas portas em acrílico, para proteger a "obra de arte" *cof* :) (do pó, da Mafalda, do Denis...)

Vamos ver se consigo fazer uma coisa à maneira ;)

Ontem (4 de Dezembro)

Foi dia de festa... é verdade, o meu papi fez 70 anos! Está um senhor ;) hehehehe

Este ano oferecemos um pack de 2 livros do "Clube do Crime", dois livros do "Padre Brown"! Haja pessoa fácil de dar prendas! :)

Como é da praxe, esse foi o dia em que fiz o pinheiro em casa dos meus pais! Parece que o natal está a chegar!!! Não tirei foto, mas garanto que ficou lindo, como sempre!

A Mafalda andava muito atarefada a "ajudar" enquanto eu decorava o pinheiro... já sabem... adora andar carregadíssima, e ontem era de bolas enormes de natal :) Faz umas expressões tão giras quando anda carregada de um lado para o outro, e de repente deixa cair parte da sua carga :) Tenho que ver se filmo!

Amanhã será dia de pinheiro cá em casa... Já estou a imaginar a dor de cabeça que irão ser as próximas semanas: "Mafalda não!"

sexta-feira, novembro 28, 2008

Não notam nada de estranho?



pois... aquele chinelo é MEU!

Enquanto estou a trabalhar, coloco os chinelos de lado, e meto os meus pézitos numa botinha-aquecedor - porque sou muito friorenta. Vai daí ela sentou-se aqui no chão à minha beira, tirou a bota dela, calçou o meu chinelo, e toca de calcorrear a casa toda :) ...eu só reparei quando achei estranho o barulho enorme que ela estava a fazer (pudera... a andar com um chinelão daqueles, num pézinho tão pequenino!!)

quinta-feira, novembro 27, 2008

O que hei-de pensar...

...quando aos 21 meses chega à minha beira, abre a porta do leitor de DVD do computador, e encaixa lá um CD?

...talvez que ela passa demasiado tempo comigo enquanto estou a trabalhar?

Personalizar desenhos



no Muuda.

A ideia é demais!! Que pena a Mafalda ainda só fazer rabiscos... rabiscos não dão para personalizar *suspiro*


terça-feira, novembro 25, 2008

A quem estiver por aí...



...que como eu seja fãzérrima/o do Alias, fiquem a saber que está a passar na Fox Life todos os dias :)

Apanhei hoje às 14h o 1º episódio da 1ª temporada (coloquei logo a gravar, para ver noutra altura claro), mas também dá às 19h20 e às 22h40 diariamente :)

É que até parece que foi encomendado... andava há semanas a lamentar-me que tinha saudades de ver o Alias!

Agora é que vai for!!! whohooooo

Ia ser hoje...



...mas por motivos pessoais, já não será. Os bilhetes vão direitinhos para os meus papás! Sei que irão apreciar muito também :)

Oportunidades não faltarão de futuro, para ir eu!

segunda-feira, novembro 24, 2008

Filmes que não se esquecem...

...e que adoro rever (principalmente quando não estou a contar com isso):

- Back to the Future (principalmente o 1º. Ainda me lembro do quase histerismo com que vi o filme pela 1ª vez os anos 80)

- Gremlins (o 1º também.... ainda hoje acho aquele bonequinho fantástico... pena é quando se transformam, não é?)

- Indiana Jones (principalmente o 1º e o 2º... são simplesmente inesquecíveis)

- Goonies (bem, este já não vejo há séculos, mas lembro-me de ter adorado... lembram-se do final da 3ª temporada do Lost? Em que o Charlie teve que reproduzir "Beach Boys" num teclado numérico? Pois no Goonies há uma cena tal e qual - não é a música dos beach boys, nem é um teclado numérico, mas o conceito é o mesmo... isto 2 décadas antes)

- The sound of music (...é que dá uma vontade de cantarolar todas aquelas melodias a plenos pulmões!!!)

- Dirty Dancing (mais uma banda sonora fantástica... um filme visto mais de uma vintena de vezes, então a cena final, mais vezes ainda!!)

Tudo da minha meninice / pré-adolescência claro :)

..e lembrei-me disto porquê? Porque há umas semanas o Hollywood passou o Back to the Future (I, II e III), e os Gremlins :)

Correndo o risco de parecer uma "taradona"

Será que é normal estar os episódios todos à espera das cenas destes dois? :) *Uh lá láaaaaaaaa*

(estou a falar de Lipstick Jungle claro!)

Está crescida...



Tenho-me esquecido de anunciar por estas bandas que:
- já largou a xuxa há cerca de 3 semanas
- há meses que largou a tetina do biberon
(a pediatra ficou agradavelmente surpreendida com estas duas notícias)
- a cadeira enorme-mal-jeitosa-da-chicco já foi para a garagem... agora come mesmo à mesa connosco - parece que assim faz mais parte da família... parece mais crescida, e ainda é tão bébé a minha fofa...
- reconhece pessoas nas fotos (ela própria, o pai, os avós)
- canta imenso, e pela melodia conseguimos identificar o que ela está a cantar (os parabéns, o noddy, o ruca, o 20 anos - é verdade! - e muitas outras)
- fala que se farta, mas não se percebe grande coisa...
- adora o Denis (...não sei é se o Denis o adora assim tanto... ela não lhe dá descanso :))

Tem 21 meses a minha piolha!

sexta-feira, novembro 21, 2008

leituras

As minhas leituras têm andado fracotas... este mês quase rebentei com a escala - no sentido negativo - com muita pena minha :(

Ainda não é desta que escrevo aqui a prometida opinião sobre o "Ouro Azul" de Clive Cussler, preciso de um pouquinho mais de tempo para isso...

O trabalho tem tido um ritmo alucinante... tenho jantado tardíssimo, e ontem bati o record... jantamos (eu e o H.) já passava da 1 da manhã...

Hoje no entanto veio a compensação sob a forma das seguintes palavras:
"Olá Ana!
ADORAMOS. Mesmo! Está dentro daquilo que pretendíamos, aliás excede as expectativas.
Muito obrigada."

...Assim sabe bem!!! :)

Bom... voltando às leituras, o livro que peguei a seguir a "Ouro Azul", apesar de ter sido publicado muito recentemente entre nós, data já de 1996... Talvez por isso, a leitura está a revelar-se um pouco difícil, apesar de até agora me estar a parecer um livro bastante interessante (Thomas Gifford é o autor de Assassini). O problema é que os capítulos são enormes, o tema não é dos mais fáceis (política, conspirações, assassínios), ou seja das poucas vezes que tenho conseguido ler, tenho que voltar um pouco atrás na leitura para me re-ambientar (esta palavra existe? ou inventei? :)). Resumindo, não é um livro daqueles que se pode ler 5 minutinhos de cada vez... 5 minutinhos dele equivale a zero, por isso já desisti de pegar nele às "pinguinhas". Só o faço quando sei que lhe vou poder dedicar mais da minha atenção.

Nos entretantos, nos "tempos mortos" (ou aqueles em que estou descansadinha, trancada na casa de banho sem ninguém me incomodar), tenho-me dedicado aos livros juvenis (antigos claro) - uma minha paixão.

Em 2 dias e aos soluços, li "Ana na Praia" das Edições Majora, editado em 1965 (hehehehe, es berdad!). Faz parte da colecção Rosália desta editora, que irei tentar completar de futuro. É um livro para crianças, escrito por uma criança: Anne Braillard (que agora já não será criança nenhuma, hehehe!). É um bom tipo de livro para iniciação à leitura. Muito inocente, e leve... fácil de ler.

Entretanto chegou hoje um livro que comprei no Bialto (para quem não sabe um site de leilões concorrente do miau), que faz parte de uma colecção antiga sobre a qual tinha muita curiosidade: Kim, do escritor Jens K. Holm. Ainda li muito pouco, mas confesso estar a adorar... o porquê, ficará para outras núpcias :)

Olhá cozinheira!!! (cof, cof)



...desta vez o bolo foi de cenoura :)

O pai a dar o jantar à piolha, a mãe a bater os ingredientes, a colocar o bolo no micro-ondas, a lavar o que sujou... ...e o bolo ficou pronto :) 7 minutinhos apenas... quase nem se consegue esfregar um olho entre tarefas!

...não chegou a durar 48 horas. Parece-me que foi a maneira de o Helder me dizer... "continua"!

quarta-feira, novembro 19, 2008

Já experimentaram...

...deixar um "bolicao" aberto por umas horitas? Então não experimentem... é que fica assim para.... enfim... para o "rijo" estão a ver?)

segunda-feira, novembro 17, 2008

Eu graúda,

Também adorava beber desta água... mas (parece que) é só para miúdos :) A sorte "deles" é que ainda não lhes ponho a mão em cima (só há nos States).

As garrafas depois de utilizadas dá para fazer brincadeiras giríssimas, tipo "Lego".

É a "Y water", orgânica, rica em nutrientes e baixa em calorias... "Y not"?

quarta-feira, novembro 12, 2008

Não compreende

...que aquela meia hora ou 3 quartos de hora que estou sozinha na sala, à noite sem preocupação nenhuma, me são essenciais para manter a sanidade. E vai-se deitar chateado comigo, por ir sozinho para a cama. Tenho pena.

quinta-feira, novembro 06, 2008

Acordada de fresco




Irrita-me profundamente

Esperar que a água quente chegue ao chuveiro *mad*

sexta-feira, outubro 31, 2008

Bolo de microondas

...fiz ontem pela 1ª vez, para estrear estas formas de silicone (fantásticas) que comprei a 3,99 cada no miau.

Enquanto o papá dava o jantar à Mafalda, fiz um bolo de chocolate (4 minutos de preparação + 6 de cozedura) :)

Aprovado!

Quando ao final do dia

...ela está chata como a "putaça" fazemos tudo para a calar (hehehehe!)


quinta-feira, outubro 30, 2008

Com o outono

...chegou o frio, e as folhas começaram a cair das árvores... muitas, muitas!

No outro dia tivemos que ir ao Gaiashopping de manhã, parámos o carro, e levámos a piolha ao colo até entrarmos no shopping - porque ela anda devagar e nesse dia estava um frio de "rachar". Lá dentro andou sempre sozinha, o pior foi quando saímos... um berreiro desalmado, um choro imenso, um pânico como nunca visto. E porquê? Bom... o que eram aquelas coisas todas a "rastejar" pelo chão tão rapidamente, a passarem pertíssimo dela? Pois... eram as folhas do outono, mas ela não sabia, e ficou muito sentida! Lá tivemos que pegar nela ao colo, porque ela estava pregada ao chão de tão assustada.

...e quando chegámos a casa, colocámos o carro na garagem, e lá vinha ela toda lampeira a andar, quando viu uma folha seca muito pequenininha no chão... não berrou, nem chorou, mas deu de gás, e vez um desvio de 2 kilómetros para passar bem LONGE da safada :)


sexta-feira, outubro 24, 2008

Lost - preview



Ohhhhhh, a espera será tão longa!!!

Saído do nada

embrulhado, e com a dedicatória "para o amor da minha vida".

...e soube tão bem!

finalmente música na casa de banho outra vez :)

Duas fantásticas séries



...que não resistiram à greve dos guionistas de Hollywood, e morreram precocemente com 7 episódios cada.

Sinceramente foi uma pena.

Já vi os 7 episódios de Cashmere Máfia (Fox Life), e veria mais 20 de bom grado. Ontem vi o 1º de Lipstick Jungle (Fox Life), e também gostei bastante. Seriam ambas óptimas candidatas a preencher o vazio que Sex and the City nos deixou, mas foram injustamente mortas à nascença.

Ficou a saber a pouco :(


quinta-feira, outubro 23, 2008

Grandes amigas



Hoje deixei-a brincar um pouco "à solta" com a sua grande amiga Minnie :)

Acrescentar ao Mafaldês - Português: ójójós (os olhos)


Eu estrumpfo, tu estrumpfas, ele estrumpfa



É verdade, estas inesquecíveis criaturinhas azuis da altura de 3 maçãs, fazem hoje 50 anos :)

Parece que lá para 2010, estarão no cinema! Fico a aguardar (o DVD claro ;))


quarta-feira, outubro 22, 2008

Protejam-se (da vista desarmada)

Quando uma nova série começa, tenho o hábito de a gravar para depois ver.

Com sorte é uma boa série, ou no mínimo gira - como "Chuck" ou "Life".

Com azar é uma seca desgraçada, como "À Vista Desarmada", que o AXN começou a dar na semana passada, e que irá para o ar nas próximas Quintas Feiras - em substituição dos recém acabados "Sem Rasto" e "CSI Miami".

A série pareceu-me tão mázinha, tão fraquinha, tão sem sal, que só consegui ver metade do episódio. Um episódio que supostamente teria que ser o melhor - o pilot - para conseguir agarrar uma pessoa ao ecrã, e garantir o mesmo durante umas boas semanas. Mas não.... na metade que eu vi deste episódio não se passou absolutamente nada... a acção é fraca, as piadas dão vontade de chorar (mas não é de riso), enfim.... E é uma série super recente, que estreou nos EUA em Junho. Espero que a interrompam o quanto antes... para bem da nossa sanidade mental.

(e olhem que eu sou absolutamente contra deixar episódios a meio, assim como livros... mas enfim, como já muito bem diz o povo, são as excepções que fazem as regras)

Medo - Jeff Abbott

A verdade é que acabei de ler este livro há bem mais de uma semana, mas o tempo para fazer um post sobre esta leitura, não tem sido muito.

Medo é um livro com um óptimo personagem principal, e com um tema central que achei muito interessante: a descoberta de um medicamento que ajuda as pessoas a ultrapassar o stress pós traumático. A quantidade de pessoas que beneficiariam com uma coisa destas... Um comprimido miraculoso que pura e simplesmente ajudasse a bloquear as memórias mais aterrorizadoras, e que lhes permitisse avançarem com as suas vidas...

O pior é que ligada a esta descoberta estão pessoas sem escrúpulos, que testam o medicamento de forma errada, e que - claro, só vêm cifrões à frente.

Miles está sob o programa de protecção de testemunhas dos EUA, e vive atormentado pela morte do seu melhor amigo, que acredita ter morto. Acontecimentos estranhos levam a que a sua psiquiatra lhe peça secretamente ajuda, mas antes que ele o possa fazer, ela é assassinada quando alguém manda literalmente pelos ares
o seu escritório. A partir daqui ele está determinado a descobrir quem a matou, e porquê - perguntando-se por vezes se este acontecimento terá alguma coisa a ver com a sua vida anterior, e de quem o quer ver morto - coisa que ele estaria, caso estivesse quando era suposto com a sua psiquiatra.

Esta missão leva-o a um hospital muito estranho onde decorrem os testes de um novo e potente medicamento, e faz com que o seu caminho se cruze com outros dois pacientes da sua falecida médica, e com um assassino impiedoso, que é afinal movido por motivos nobres.

É um livro com muita acção, e com algumas reviravoltas interessantes. Pena a malfadada tradução - a exemplo do livro anterior. No entanto aqui já não me incomodou tanto :)

Um autor cujos futuros livros irei ler, com toda a certeza!

sábado, outubro 11, 2008

A nossa família


Pyzam Family Sticker Toy

(ideia roubada à mulher que stressa - imenso - por tudo e por nada)

terça-feira, outubro 07, 2008

Enquanto uns trabalham...


Outros enfim... ;)

(Beta, lá está a fraldita ;))

É natal??

Já nem me lembrava, mas em Setembro respondi online, a um questionário da Marktest sobre rádio, televisão e cinema, que tinha por objectivo analisar o comportamento da população portuguesa relativamente aos hábitos de consumo destes meios.

No final, pediam a minha morada, pois ofereciam-me um vale de compras de 5 Euros da FNAC.

Pois bem... chegou hoje pelo correio, e como a cavalo dado não se olha a dente, fiquei toda satisfeita :)

Agora resta decidir em que livro irei gastar estes 5 Euritos, hihihihi :) (tenho que gastar para aí uns 12 euros para usufruir destes 5, mas há que aproveitar :))


Amor é...




...estar a ver televisão encostada à cadeira da mãmã, enquanto se "bate" muito bem a massa de um bolinho imaginário :)

Venha o próximo

Este fim de semana foi passado a trabalhar, estou com um trabalho enorme em mãos, e que parece crescer cada vez mais... pedalo, pedalo, pedalo e nunca mais lhe vejo o fim *suspiro*

Para as meninas que acham que eu leio muito, cá vai: não li uma única página de "medo".... só ontem consegui pegar no livro, e só li 4 páginas :(

Ó faxabor! Venha daí o próximo fim de semana, sim?

sexta-feira, outubro 03, 2008

uuuuhhhhhhhhhhh

Hoje o frio estava a chegar-me aos ossinhos...

Já mudei de roupa, e sinto-me mais aconchegadita... isto deve ser o Outono a dar ares da sua graça, de certeza.


quarta-feira, outubro 01, 2008

mike & the mechanics

Over My shoulder... Há que séculos eu não ouvia isto... obrigada Antena1 :)

segunda-feira, setembro 29, 2008

Pânico - de Jeff Abbott

Antes de mais devo dizer que este livro foi uma oferta da Fnac, que eu não podia deixar de aproveitar. Na compra de "Medo" do mesmo autor - que foi lançado há pouquíssimo tempo, ofereciam "Pânico".

Este livro começa com uma chamada telefónica que uma mãe faz a um filho, a pedir que a vá ver urgentemente. A partir daqui a vida de Evan Casher muda completamente, pois descobre a sua mãe assassinada, e escapa ele próprio à morte por uma "unha negra". A sua vida entra em espiral, e tudo o que julgava saber acerca do seu passado e dos seus pais, cai por terra.

Este é um livro actual, com muita acção, e muita traição. Evan tem que permanecer oculto, pela sua vida, pela vida do seu pai, para conseguir vingar a morte da sua mãe, e acima de tudo para descobrir quem eram de facto os seus pais, e livrar-se do peso enorme desse fantasma que ele não sabia existir.

Uma obra que se lê bem, um tempo que se dá por bem empregue, mas que não se coloca na lista do "a ler novamente". Porque se passa tudo no presente, porque não ensina muito... não tem aquela componente histórica controversa que me atrai na leitura. Ainda assim é um autor que se lê bastante bem. Entretém. Para mim cumpre bem o objectivo.

Não gostei particularmente da tradução que a Civilização fez deste livro, que achei demasiado "à letra"... Se enquanto estamos a ver uma série não estranhamos alguém chamar a torto e a direito de "son" uma pessoa que mal conhece, já na leitura é incrivelmente estranho estarmos constantemente a ler "filho" para aqui e "filho" para ali, apenas para exemplificar o tipo de falha de que falo...


Parece verão



Aqui na praia o domingo foi melhor do que muitos de verão... Aproveitámos e demos uma passeata boa, tirámos imensas fotos, da qual escolho esta... tãos lindos os meus amores não são? :)

Fitinha



Quando lhe ponho uma fitinha na cabeça (só por brincadeira), adora olhar-se (ainda mais) ao espelho... Não parece uma bailarininha, prestes a fazer um recital? ;)

terça-feira, setembro 23, 2008

O Elo de Alexandria

Por defeito de profissão vou ter que começar pela capa do livro. Que coisa mais horrorosa meu deus!! Já a última do "Legado dos Templários" do mesmo autor era um pouco assustadora, mas esta bateu todos os pontos, bolas. A D. Quixote anda pelas ruas da armargura no design das suas capas - pelo menos para este autor.

Quanto ao livro... confirma-se (mais uma vez) que Steve Berry se encontra no meu top de escritores preferidos, e este já é o 4º livro que leio dele.

Curiosamente o que menos gostei foi o primeiro que li "O terceiro Segredo" - que sim, tem a ver com o terceiro segredo de Fátima, mas do qual esperava mais... Ainda assim não me dei por vencida e continuei a ler os seus livros, e ainda bem :)

O tema da Biblioteca de Alexandria é-me muito querido (talvez essa seja uma as razões que me levou a adorar um outro livro de um outro autor: "O Mapa dos Ossos"). Só de pensar na magnificiência que tal local terá tido, em todas as obras únicas que nele estaviveram reunidas, quase que fico com suores frios...

E se antes da sua destruição, um grupo de homens e mulheres - antecipando o seu destino fatídico, tivessem desviado milhares das suas obras para um local secreto? E se esse local tivesse chegado aos dias de hoje? Mais ainda... E se esse local guardasse uma versão da Bíblia original em hebraico antigo? Uma versão que poderia deitar por terra o Antigo e o Novo Testamento tal como é hoje conhecido? ...simplesmente porque a terra prometida por Deus a Abraão não ficaria na Palestina, onde hoje está Israel, e porque Israel não seria sequer uma cidade, nem o Jordão um rio?

Steve Berry guia-nos com mestria por entre todos estes "ses", através do seu personagem Cotton Malone, Stephanie e Cassiopeia (os mesmos d' "O Legado dos Templários"), cujo envolvimento nesta aventura é despoletado pelo rapto do filho de Malone, que o visa obrigar a denunciar o elo de Alexandria... uma pessoa que sabe a localização exacta da antiga biblioteca.

Um livro tal como gosto, cheio de acção - que se passa em várias frentes simultaneamente, e com os capítulos bem curtinhos - que facilitam a leitura fragmentada que sou obrigada a fazer.

Uma curiosidade e uma surpresa, é que uma pequena parte da aventura se passa em Portugal, mais propriamente no Mosteiro dos Jerónimos (que a maior parte das vezes o autor teima em chamar antes de Mosteiro de Santa Maria de Belém...).

Finda a leitura, outra parte que gosto sempre muito, e que nesta obra se verifica, é quando os autores em geral se dão ao trabalho de nos explicar como chegaram a este enredo, de quem são as teorias que lhe deram origem (se é que existem), e de separar o que é verdade do que não é.

Mais uma vez, 5 estrelas. Fico a aguardar ansiosa a publicação do velhinho "Amber Room" (o seu primeiro livro que ainda não mereceu tradução para o nosso idioma, apesar de já terem sido comprados os direitos por um estúdio de Hollywood), e os recentes "A traição de Veneza", e - o que seria pedir demais (uma vez que só será publicado no idioma original em Dezembro próximo) - "A perseguição de Carlos Magno".

sexta-feira, setembro 19, 2008

Finalmente...



...depois de uma manhã inteira a "moer-me" o juízo, ATERROU

quinta-feira, setembro 18, 2008

Há cada uma...

Acabei de receber uma mensagem no telemovel, de um numero que não conheço que diz assim:

"Vou jantar"

Quer dizer... por mim tudo bem... desde que traga o tacho!! :)

Ok... afinal

Não era bem chocolate, mas lembrei-me que tinha uma embalagem de cereais Nesquik já aberta... o problema é que já estava há algumas semanas, então as bolinhas já não estão lá muito estaladiças... meti algumas à boca e desisti.

Quando ía a por o saco (por fechar) em cima da impressora fiz este lindo serviço...

Daqui a um mês ainda vou andar a catar bolinhas de cereais, de certezinha :(


Desespero

Já revirei a casa do avesso, e não encontro nem um bocadinho de chocolate!!! Estou a entrar em desesperooooooooooooooooooooo!!

segunda-feira, setembro 15, 2008

Lavar as mãozinhas é bom

Com tanta brincadeira durante o dia, as mãos da piolha ressentem-se... às vezes andam pretinhas, pretinhas! Por outro lado, lavar as mãos é tão fixe!! :)

Fica muito compenetrada na sua tarefa.

segunda-feira, setembro 08, 2008

Rapto - Robin Cook

Quando parti para a leitura deste livro, foi completamente às cegas. Nem sequer um resuminho eu tinha lido. Algumas pessoas conhecidas são grandes fãs deste escritor, e eu aproveitei que o meu pai tem alguns livros dele, vai daí pedi-lhe este emprestado.

Rapto

Bom... confesso que estou um pouco sem palavras... o livro não era nada do que eu estava a pensar - um policial ou um thriller. Delirei por volta da página 50 e qualquer coisa, mas depois fiquei de pé atrás.

Fez-me lembrar o que me aconteceu quando lia "A Equação Dante"... achava que ía ler uma coisa, e saiu-me outra na rifa :)

Não posso dizer que não gostei, mas foi definitivamente diferente. Para terem uma ideia, a verdadeira aventura começa quando um submarino e os seus tripulantes desaparecem misteriosamente perto dos Açores, assim como dois dos seus mergulhadores de apoio.

Digo-vos ainda que dois dos livros que constam na bibliografia são:
- Viagem ao Centro da Terra (Julio Verne 1864)
- Vinte Mil Léguas Submarinas (Julio Verne 1870)

Assim fui transportada para um mundo completamente diferente do nosso, excepto no que diz respeito à raça predominante - pelo menos fisicamente, já que a nível psicológico são bem diferentes.

O final, é deveras surpreendente, e confesso que foi um livro que me deixou a pensar um pouco, não na hipótese de tudo aquele mundo ser real - que não me parece que seja, mas na atitude que nós e os nossos semelhantes temos perante a vida e perante os outros... nomeadamente no que diz respeito à violência.

E bom... espero não ter contado demais :)

Apesar de o livro não ser o que eu pensava, irei definitivamente ler mais de Robin Cook!


Já anda (qualquer coisita)

video

Chef's Little Helper