segunda-feira, setembro 08, 2008

Rapto - Robin Cook

Quando parti para a leitura deste livro, foi completamente às cegas. Nem sequer um resuminho eu tinha lido. Algumas pessoas conhecidas são grandes fãs deste escritor, e eu aproveitei que o meu pai tem alguns livros dele, vai daí pedi-lhe este emprestado.

Rapto

Bom... confesso que estou um pouco sem palavras... o livro não era nada do que eu estava a pensar - um policial ou um thriller. Delirei por volta da página 50 e qualquer coisa, mas depois fiquei de pé atrás.

Fez-me lembrar o que me aconteceu quando lia "A Equação Dante"... achava que ía ler uma coisa, e saiu-me outra na rifa :)

Não posso dizer que não gostei, mas foi definitivamente diferente. Para terem uma ideia, a verdadeira aventura começa quando um submarino e os seus tripulantes desaparecem misteriosamente perto dos Açores, assim como dois dos seus mergulhadores de apoio.

Digo-vos ainda que dois dos livros que constam na bibliografia são:
- Viagem ao Centro da Terra (Julio Verne 1864)
- Vinte Mil Léguas Submarinas (Julio Verne 1870)

Assim fui transportada para um mundo completamente diferente do nosso, excepto no que diz respeito à raça predominante - pelo menos fisicamente, já que a nível psicológico são bem diferentes.

O final, é deveras surpreendente, e confesso que foi um livro que me deixou a pensar um pouco, não na hipótese de tudo aquele mundo ser real - que não me parece que seja, mas na atitude que nós e os nossos semelhantes temos perante a vida e perante os outros... nomeadamente no que diz respeito à violência.

E bom... espero não ter contado demais :)

Apesar de o livro não ser o que eu pensava, irei definitivamente ler mais de Robin Cook!


5 comentários:

Pedro disse...

Uau!

Não contaste de mais, e fiquei muito interessado! Acho que o título nunca me sugeriu o que me estás a contar...

Esses dois livros de Verne são fantásticos, principalmente "Viagem ao Centro da Terra"! ;)

ladybug disse...

Li uma grande parte da biliografia dele até cerca de 2000. Era uma verdadeira fã. Vejo que ele continua com o seu estilo muito próprio :)

anaaaatchim! disse...

ladybug, agora que falas nisso... acreditas que nem me dei ao trabalho de ver em que ano foi escrito o livro?? *shame*

Prontos... já fui ver, foi escrito em 1999 :)

ladybug disse...

Com insónias ;)? Beijoca e uma boa semana para ti

anaaaatchim! disse...

Estava mesmo.... :) E a tua desculpa qual é? ;) hehehehe! Beijo!!