quarta-feira, outubro 22, 2008

Medo - Jeff Abbott

A verdade é que acabei de ler este livro há bem mais de uma semana, mas o tempo para fazer um post sobre esta leitura, não tem sido muito.

Medo é um livro com um óptimo personagem principal, e com um tema central que achei muito interessante: a descoberta de um medicamento que ajuda as pessoas a ultrapassar o stress pós traumático. A quantidade de pessoas que beneficiariam com uma coisa destas... Um comprimido miraculoso que pura e simplesmente ajudasse a bloquear as memórias mais aterrorizadoras, e que lhes permitisse avançarem com as suas vidas...

O pior é que ligada a esta descoberta estão pessoas sem escrúpulos, que testam o medicamento de forma errada, e que - claro, só vêm cifrões à frente.

Miles está sob o programa de protecção de testemunhas dos EUA, e vive atormentado pela morte do seu melhor amigo, que acredita ter morto. Acontecimentos estranhos levam a que a sua psiquiatra lhe peça secretamente ajuda, mas antes que ele o possa fazer, ela é assassinada quando alguém manda literalmente pelos ares
o seu escritório. A partir daqui ele está determinado a descobrir quem a matou, e porquê - perguntando-se por vezes se este acontecimento terá alguma coisa a ver com a sua vida anterior, e de quem o quer ver morto - coisa que ele estaria, caso estivesse quando era suposto com a sua psiquiatra.

Esta missão leva-o a um hospital muito estranho onde decorrem os testes de um novo e potente medicamento, e faz com que o seu caminho se cruze com outros dois pacientes da sua falecida médica, e com um assassino impiedoso, que é afinal movido por motivos nobres.

É um livro com muita acção, e com algumas reviravoltas interessantes. Pena a malfadada tradução - a exemplo do livro anterior. No entanto aqui já não me incomodou tanto :)

Um autor cujos futuros livros irei ler, com toda a certeza!

9 comentários:

Pedro disse...

Vejo muito os livros deste autor expostos, já peguei num deles mas deixei lá estar... Não sei, não me fascina tanto como já me fascinou! Vou esperar.

anaaaatchim! disse...

Pedro com a quantidade de livros que é publicado, acho que fazes bem em só pegar (e comprar) naqueles que te cativam à primeira... se contrário nunca terias tempo de ler tudo :)

A mim estes cativaram-me ;)

Amor Perfeito disse...

Olá anaaaatchim!! Descobri o teu blog por acaso e Adorei!! Principalmente porque partilhamos uma paixão... os livros! E parece-me que gostamos do mesmo tipo de leitura! Há livros que ando a namorar há semanas e depois de ler os teus posts ainda fiquei mais em pulgas lol

Tomei a liberdade de te adicionar no meu blog...

Parabéns! vou passar por aqui mais vezes...

Beijinhos

anaaaatchim! disse...

Amor Perfeito, obrigada pela visita :) Realmente adoro ler, às vezes o problema é mesmo o tempo... tento manter a média de 3 livros por mês, mas nem sempre é fácil :)

Já dei uma olhadela ao teu blog, e vi que já leste (e gostaste) de Harlan Coben... É um escritor que me tem suscitado curiosidade, mas ainda não comprei nada dele... a ver se trato de remediar este erro ;)

Otário disse...

tambem já li...

Baby Neon disse...

Olá,

Este é um autor muito dificil de traduzir... o estilo dele É muito dificil de transpor para o portugues. Pessoalmente, nem gosto da maneira como escreve, apesar de gostar imenso do que escreve!

Contudo agradeço o modesto elogio de dizeres que está melhor do que o "Pânico" visto que fui eu k traduzi o "Medo".

Espero que tradutora do "Colisão" não tenha muitos problemas.

É preciso trabalhar muito num "desdobramento" de uma língua para outra muito grande. Foi o livro que até hoje me deu mais trabalho. :-(

gothic_lady disse...

Olá..

Eu já li ambos, o "Medo" como o "Pânico", confesso que gostei muito .'D
Acho que nunca tinha lido um livro completo deste tamanho x'D

Gostei mesmo muito..

Para quem ainda não leu aconselho a ler .'D

anaaaatchim! disse...

Baby Neon, o que mais me incomodou no Pânico foram as traduções literais de expressões idiomáticas, que junto de nós não fazem muito sentido... No Medo isso já não acontece, o que me deixou muitíssimo aliviada =)

gothic_lady são realmente muito bons, pelo menos eu gosto... têm um ritmo muito acelerado =)

Anónimo disse...

Concordo, o livro é de facto entusiasmante, mas não é como a maioria dos livros deste autor, pois o protagonista não leva uma vida completamente normal. Ainda estou a ler, mas estou a adorar cada palavra