terça-feira, maio 06, 2008

Dia da mãe

Depois de 14 meses sem por o pézinho num cabeleireiro (coitados... se dependessem de pessoas como eu para sobreviver...), eis chegada a altura de ir cortar a melena. Entrei lá uma, e saí de lá outra....

Como diria a Mafalda (a do Quino, que a minha tadita, anda não fala), pena que os srs da EDP, do Gás, da TVCabo, etc., continuem a mandar as contas para o "velho eu" (é que não há jeitos de nos livrarmos destas sanguessugas... até já pensei o em por o Denis a correr numa rodinha ao lado da TV, a ver se tínhamos energia à borla, mas ele já tem 7 anos tadinho, fiquei com pena... e para além disso em vez de trabalho infantil, era trabalho animal, não sei se seria legal *suspiro*).

5 comentários:

Teia d'Aranha disse...

A menina "remoçou", como se diz lá no Brasil! Mais fresca e leve... tão leve que na foto do "depois" nem se vê ponta de roupa... Mistério...

anaaaatchim! disse...

Mas a roupa estava lá! Juro! Era pouquinha, mas estava!

Será melhor colocar uma bolinha vermelha ali no cantinho superior direito do blog? :/

Canochinha disse...

Eu DETESTO ir ao cabeleireiro e adio sempre o mais que posso :D
Mas confesso que quando saio de lá me costumo sentir melhor.

Pedro disse...

Corte muito bom ;)

Eu não vou ao cabeleireiro muitas vezes e o meu cabelo está sempre a crescer... Portanto, é normal chegar a altura em que ando com uma grande guedelha!

By the way, tenho de ir cortar o cabelo...

As contas... Bem, essas vêm sempre...

Blog do Fer disse...

Essa comparação do 'antes e depois' ficou ótima. Que transformação! Ficou linda!