segunda-feira, agosto 04, 2008

O Ouro dos Cruzados

Pois, finalmente acabei de ler o Ouro dos Cruzados :)

É um daqueles livros, que quero ler novamente no futuro... com mais calma por um lado, e mais "de seguida", para não ficar com aquela sensação de que li a história demasiado fragmentada.

Muitos já sabem que adorei o anterior livro de David Gibbins, O Mistério da Atlântida. Nesse, o título já era bastante sugestivo, e revelador do conteúdo. O Ouro dos Cruzados, pelo contrário pode induzir um pouco em erro, e fiquei surpreendida ao ver-me envolvida numa narrativa que para além de explorar o tesouro que os Romanos roubaram aos Judeus, nos dirige surpreendentemente para a história Viquingue, relacionando-a com esse mesmo tesouro.

Pareceu-me um livro mais complicado do que o anterior, uma vez que sou um zero à esquerda em matéria Viquingue, e exigiu um pouco mais de mim em determinadas partes, por causa disso mesmo.

As aventuras submarinas continuam super importantes nesta história, ou não fosse David Gibbins um arqueólogo marítimo, no entanto achei que desta vez ele se controlou um pouco mais nos termos técnicos, e nas descrições dos equipamentos (apesar de, confesso, isso não me ter incomodado minimamente no Mistério da Atlântida).

No final do livro, ainda temos as explicações do que se passou na realidade, e o que é ficcionado, o que achei super interessante, e elevou ainda mais o respeito que já tinha por este escritor, e pela sua capacidade de criar um enredo óptimo, que poderia de facto ser real, e cujo final não é inverosímil.

6 comentários:

Canochinha disse...

A história parece muito interessante... E gosto da capa do livro! :)

João disse...

Ui, fiquei maravilhado com o enredo! Tenho mesmo que ter o livro. Bem como o anterior, ("O Mistério da Atlântida), os dois são super interessantes!

Olha uma dúvida! Disseste que o livro pareceu mais complicado, mas foi só por não teres conhecimentos sobre "matéria Viquingue", ou a própria escrita do autor evolui?!

anaaaatchim! disse...

João, acho que me pareceu mais complicado precisamente por eu não estar a par de nada da História Viquingue :)

Não me sinto muito qualificada para avaliar a escrita em si, achei-a semelhante à do anterior livro (com menos coisas técnicas só), sendo que a mim agrada-me bastante... desde que eu esteja a ler alguma coisa, que me apetece continuar a ler, e que me deixa curiosa, acho que considero boa ... *shame*

Pedro disse...

Como sabes, li "O Mistério da Atlântida". Até gostei do primeiro livro, o tema é interessantíssimo! O único problema foram as descrições detalhadas das engenhocas (com certeza por o autor ser dessa área). De resto, acho que não abdicaria da leitura.

É a primeira vez que leio alguma coisa sobre este novo livro, e fiquei interessado! Não apenas porque, pelos vistos, as engenhocas merecem menos páginas, mas também porque a história parece boa... Também não sou grande coisa quanto a Viquingues, e por isso gostaria de ler para conhecer melhor...

Um livro que vou considerar seriamente, mas até que o leio não duvido que outros passarão à frente.

Sofia disse...

Confesso que ainda não li nada deste autor mas parece-me que és uma fã :) Estava a pensar oferecer à minha mãe para depois fazer um auto-empréstimo ;)
Devo experimentar primeiro o Mistério da Atlântida?

anaaaatchim! disse...

Olá Sofia :)

Acho que sou mesmo uma fã de David Gibbins :) O facto de ele ser mesmo arqueólogo marítimo, fascina-me (tem algumas fotos interessantes no site dele)

Estou ansiosa que o ultimo livro dele seja publicado... vamos lá a ver quando será.

Quanto à tua mãe, acho que deves "oferecer" primeiro O Mistério da Atlântida

Pelo Natal podes "oferecer" O Ouro dos Cruzados *hi*hi*hi* :)